Todos nós temos um jogo de que nunca iremos nos esquecer, o meu jogo inesquecível foi uma das primeiras vezes em que entendi o real significado do canto “Corinthiano, maloqueiro e sofredor, graças a Deus!”

Esse jogo que aconteceu no dia 13 de Maio de 2001 na semi final do campeonato paulista entre Santos x Corinthians. O Santos precisava apenas de um empate para se classificar para a final do campeonato, e eu com meus 10 anos podia até não entender tudo de futebol, mas sobre sofrer pelo time e querer vê-lo campeão eu já sabia.

Enrolado em minha bandeira pintada a mão, assistia à partida com uma tensão enorme, a final era a minha primeira semifinal. O Santos fazia o que precisava, e o empate insistia em ficar no placar.

Mesmo após o segundo tempo o jogo ainda continuava com empate em 1 á 1, a partida ia chegando ao seu fim e àquela altura já ouvia fogos e comemorações de vizinhos torcedores de outros times, inclusive um tio são-paulino que assistia aquela partida ao meu lado.

Foi então quando eu já quase chorando pela derrota vejo o ultimo contra-ataque com Gil descendo pela lateral, passando pelo zagueiro santista com um drible inesquecível, cruza a bola para dentro da área e Marcelinho Carioca em um corta luz muito esperto deixa para Ricardinho que bate para o gol e marca!

GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL, GOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL!!!!!

Pulos, gritos e uma emoção diferente de qualquer outra que já havia sentido até então. Essa foi a primeira vez em que eu perdi a voz por futebol, a primeira vez que entendi o que era ser corinthiano ! E hoje em dia agradeço muito por ter visto aquela partida, aquele time, por ver jogadores que amavam a camisa que vestiam!

E sem dúvidas essa é a partida que marcou a minha vida e me fez entender o verdadeiro gosto pelo futebol!

Comentários