Mafra vence Campeonato de Portugal
Fonte: Álvaro Isidoro/Global Imagens

Às 17 horas deste domingo, soou o apito inicial da contenda que decidia qual o vencedor da edição 2017/18 do Campeonato de Portugal. Frente-a-frente, mediam forças Farense e Mafra, que haviam derrotado nas meias-finais Vilafranquense e União de Leiria, respetivamente.

As hostes algarvias estavam em maioria nas bancadas do Estádio Nacional, que registou um recorde de assistência numa final desta prova: foram 10018 os adeptos em ambiente de festa no Jamor, ou não tivessem ambas as equipas carimbado a subida à II Liga no dia 27 de maio.

Encorajado pelo forte apoio da plateia, o Farense entrou dominador na partida, tendo chegado ao golo inaugural aos seis minutos. Na sequência de um canto cobrado pelo veterano Neca, que fez hoje o último jogo da carreira, Fábio Gomes colocou a bola no fundo das redes pela 19ª vez esta época, 15ª na competição.

Os comandados de Rui Duarte dispuseram de várias oportunidades para aumentar a vantagem e, assim, colocarem-se em posição privilegiada para levantar o “caneco”. Porém, o guardião mafrense João Godinho não voltou a ser batido e o Farense foi perdendo preponderância no encontro.

Após o intervalo, o técnico Luís Freire fez jus às vozes que o apontam como um dos treinadores mais promissores do futebol nacional: no decorrer da segunda parte, colocou em campo Marco Aurélio e Ricardo Rodrigues, com o primeiro a assistir o segundo para o golo do empate.

À medida que a partida ameaçava estender-se para prolongamento, ambas as formações arriscaram mais no assalto à baliza adversária, o que resultou num final de jogo eletrizante. Primeiro, o Farense dispôs de uma grande penalidade para passar para a frente do marcador, mas o experiente Jorge Ribeiro enviou a bola à trave.

Por fim, quando o público já olhava para o árbitro para que este pusesse fim aos 90 minutos, Juary Soares colocou os adeptos mafrenses em ebulição com um cabeceamento que selou o 2-1 final, dando assim ao Mafra o seu 3º título de campeão do Campeonato de Portugal.

Agora que chegou ao fim mais uma longa edição da competição, confira se os resultados finais foram ao encontro das expetativas oportunamente projetadas pelo Linha de Passe ao ler ou reler os dois artigos que redigimos para esse efeito: Análise do Campeonato de Portugal – Séries A, B, C e Análise do Campeonato de Portugal – Séries D, E.

Comentários
Artigo anteriorO que espera o Campeão da Europa na Rússia
Próximo artigoO antes e depois da internacionalização dos direitos televisivos
José Rocha
Nasci na ilha Terceira, Açores, em 1993. Assim que atingi idade para tal, inscrevi-me nas escolinhas de um dos clubes locais, o Angrense. A habilidade para praticar futebol, contudo, não era proporcional à paixão que tinha pelo desporto-rei, pelo que não fui longe enquanto jogador. Posto isto, troquei as chuteiras pela caneta e continuei a procurar saber cada vez mais acerca desta modalidade, que tantos sentimentos desperta por esse mundo fora. Licenciado em Ciências da Comunicação na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, passei pelo jornal O Jogo, onde pude continuar a desenvolver as minhas capacidades como jornalista desportivo. Neste espaço, onde os universos do futebol e da escrita se fundem, pretendo abordar temas da atualidade desportiva, bem como "desenterrar" antigas memórias e partilhá-las convosco.