Cristiano Ronaldo e Buffon
Fonte: Goal.com

O ataque ao mercado de transferências diz muito sobre a forma como um determinado clube é gerido. Uns, optam pela aquisição de jovens talentos para desenvolver e, mais tarde, vender a peso de ouro. Outros, preferem comprar jogadores consagrados, pelos quais pagam quantias mais elevadas, mas que, por norma, têm um impacto maior – tanto dentro de campo como em termos de marketing. Há ainda quem procure as melhores oportunidades de negócio a baixo custo, tais como atletas dados como transferíveis pelos respetivos clubes ou em final de contrato.

Neste último mercado de transferências, tal como se tem sucedido desde que equipas como o Chelsea, Manchester City ou Paris Saint-Germain foram adquiridas por magnatas, a inflação continua a aumentar, sendo os montantes pagos cada vez mais exorbitantes. No entanto, este foi também um verão quente nas chamadas transferências a “custo zero”, ou seja, situações em que um jogador sem contrato ou a seis meses do término do mesmo assina por determinado clube sem que haja qualquer compensação para o empregador anterior.

Uma coisa é certa: este foi um defeso que despertou grande interesse, com uma série de nomes sonantes a ingressarem em colossos do futebol mundial. Mas, afinal, quem terá feito um melhor negócio? Quem pagou os valores mais elevados ou quem contratou a “custo zero”? Compare os dois “onzes” que se seguem e tire as suas próprias conclusões.

Onze Mais Caro

 

11 Maiores Transferências - Verão 2018
Os jogadores presentes neste “onze” movimentaram mais de 700 milhões de euros este verão

Kepa: Athletic Bilbao – Chelsea (80 M€);

Yuri Berchiche: Paris Saint-Germain – Athletic Bilbao (24 M€);

Thilo Kehrer: Schalke 04 – Paris Saint-Germain (37 M€);

Clément Lenglet: Sevilha – Barcelona (35,9 M€);

João Cancelo: Valência – Juventus (40,4 M€);

Thomas Lemar: Mónaco – Atlético de Madrid (70 M€);

Naby Keita: Red Bull Leipzig – Liverpool (60 M€);

Fred: Shakhtar Donetsk – Manchester United (59 M€);

Riyad Mahrez: Leicester – Manchester City (67,9 M€);

Cristiano Ronaldo: Real Madrid – Juventus (117 M€);

Kylian Mbappé: Mónaco – Paris Saint-Germain (135 M€).

 

Onze “Custo Zero”

 

11 "Custo Zero" - Verão 2018
Estes jogadores demonstram que nem sempre é necessário gastar rios de dinheiro para formar uma equipa competitiva

Gianluigi Buffon: Juventus – Paris Saint-Germain;

Kwandwo Asamoah: Juventus – Inter de Milão;

Iván Marcano: FC Porto – Roma;

Stefan de Vrij: Lázio – Inter de Milão;

Stephan Lichtsteiner: Juventus – Arsenal;

Emre Can: Liverpool – Juventus;

Leon Goretzka: Schalke 04 – Bayern de Munique;

Bernard: Shakhtar Donetsk – Everton;

Andrés Iniesta: Barcelona – Vissel Kobe;

Gelson Martins: Sporting – Atlético de Madrid;

Wayne Rooney: Everton – D. C. United.

 

 

Comentários