Estoril e Paços de Ferreira defrontaram-se no passado fim de semana

No duelo de ex-primodivisionários, o Estoril levou a melhor sobre o Paços de Ferreira, a quem impôs a segunda derrota da temporada. Com este resultado, os Castores veem o Famalicão aproximar-se, estando somente a dois pontos da cadeira do trono. A jogar em casa, os famalicenses triunfaram sobre o Sp. Covilhã, atirando os Serranos para a zona de descida e subindo à vice-liderança por troca com o Benfica B.

Na deslocação a Penafiel, as jovens Águias concederam um golo sem resposta e caíram para o quarto posto, deixando-se ultrapassar pelo já referido Famalicão e pelo Estoril. Também o Mafra, que vinha a aproximar-se dos da frente nas rondas anteriores, perdeu terreno nesta jornada. A formação lisboeta foi a Viseu perder com o Académico por 1-0 e desceu ao quinto lugar.

No fundo da tabela, as distâncias pontuais foram igualmente encurtadas. Aproveitando o desaire do Sp. Covilhã em Famalicão e o empate do V. Guimarães B diante do Farense, Académica e Arouca triunfaram nos respetivos encontros e respiram agora acima da linha-de-água.

O FC Porto B venceu pela primeira vez em seis jogos e acumulou os mesmos oito pontos que o penúltimo classificado, o Sp. Covilhã. Apesar da recuperação, os comandados de Rui Barros continuam a segurar a lanterna vermelha, tendo mais uma partida disputada que a maioria das restantes equipas – dez, tal como o Varzim.

RESULTADOS

Penafiel 1 – 0 Benfica B

(Caetano, 84’)

Farense 2 – 2 V. Guimarães B

(Jorge Ribeiro, 50’, g.p. e Christian Irobiso, 55’, g.p.; Rosier Loreintz, 19’ e Edmond Tapsoba, 44’, g.p.)

Ac. Viseu 1 – 0 Mafra

(Fernando Ferreira, 17’)

FC Porto B 2 – 1 Cova da Piedade

(Marius, 32’ e 52’; Diogo Leite, 58’, p.b.)

Famalicão 2 – 1 Sp. Covilhã

(Fabrício, 66’ e Walterson, 90+1’; Deivison, 4’)

Arouca 2 – 0 Leixões

(Victor Massaia, 52’, g.p. e André Bukia, 70’)

Sp. Braga B 0 – 1 Académica

(Júnior, 71’, g.p.)

Estoril 1 – 0 Paços de Ferreira

(Aylton Boa Morte, 21’)

UD Oliveirense 3 – 0 Varzim

(Alemão, 27´, Oliveira, 52’ e Ença Fati, 86’)

Alemão ao serviço da UD Oliveirense
Alemão é um lateral-direito de vocação ofensiva e fez questão de o provar frente ao Varzim

DESTAQUES DA SEMANA

Melhor Equipa – Académica: Sem vencer desde 23 de setembro, os Estudantes precisavam mais do que nunca de um triunfo para dar um pontapé na crise e ter a hipótese de escapar à zona de despromoção. E assim fizeram, derrotando fora de casa um Sp. Braga B que já não perdia há quase dois meses e meio. Foi a primeira vitória de João Alves neste seu retorno à Briosa, que anseia por um regresso ao estatuto condizente com a grande história do clube.

Equipa Desilusão – Benfica B: Depois do desapontante 13º lugar obtido em 2017/18, a formação secundária dos Encarnados protagonizou um arranque em plena força na época atual, com quatro vitórias e um empate nas primeiras cinco jornadas da competição – que chegou a liderar. Porém, saíram derrotados dos dois últimos jogos, coincidindo, curiosamente, com o mau momento de forma da equipa A. Pese embora as deslocações a Paços de Ferreira e Penafiel possam ser considerados desafios de elevado grau de dificuldade, a verdade é que a queda para o quarto posto não se adequa ao nível exibicional que a turma de Bruno Lage vinha a apresentar.

Onze da Jornada: Peçanha (Académica); Jorge Ribeiro (Farense), Victor Massaia (Arouca), Edmond Tapsoba (V. Guimarães B) e Alemão (UD Oliveirense); Caetano (Penafiel), Filipe Ferreira (Ac. Viseu), Oliveira (UD Oliveirense) e Aylton Boa Morte (Estoril); Marius (FC Porto B) e Walterson (Famalicão).

Melhor Jogador – Walterson (Famalicão): O extremo brasileiro tem sido a principal figura do Famalicão esta época e voltou a prová-lo no passado do fim de semana. No período de descontos, numa altura em que já se esperava o empate na receção ao Sp. Covilhã, marcou o golo da vitória que levou à loucura as bancadas do Estádio Municipal 22 de Junho. É que, mais que colocá-lo no topo da tabela de goleadores, Walterson atirou o Famalicão para a vice-liderança do campeonato, fazendo os adeptos sonhar com a subida de divisão um ano depois de terem sido promovidos do Campeonato de Portugal.

Jogador Desilusão – Francisco Ferreira (Benfica B): O capitão foi o espelho da desilusão benfiquista ao acabar expulso num encontro que terminou em derrota, seguindo o exemplo de Jardel – que capitaneia a formação A – no desaire frente ao Moreirense. Depois de ter sido admoestado com um cartão amarelo aos 7’, o jovem central viu o vermelho direto já após o término da partida, pelo que irá desfalcar a equipa nos próximos embates. Curiosamente, Ferro também fora expulso frente ao Penafiel na temporada passada, num jogo de loucos disputado no Seixal em que as Águias perderam por 4-3.

Jogador Revelação – Marius (FC Porto B): O seu ingresso no clube durante o último defeso causou algum descontentamento no seio dos adeptos portistas, que esperavam a contratação de um avançado de créditos firmados. No entanto, aos poucos e poucos, o jovem nascido no Chade tem conquistado o seu espaço e apresenta números interessantes globalmente, tendo marcado três golos em seis jogos em todas as competições. O primeiro deles foi logo na estreia de dragão ao peito frente ao Chaves, pela equipa A. Agora, voltou a molhar a sopa com o bis que deu a importante vitória diante do Cova da Piedade.

Comentários