Adeptos do Famalicão em ação
Fonte: SAPO Desporto

Na passada segunda-feira, impôs-se um golpe de estado na Ledman LigaPro, com o Famalicão a destronar o Paços de Ferreira e a assumir a dianteira da prova. E a contenda disputada na noite fria de Coimbra revestiu-se de contornos especiais. Ora veja-se: ciente de que, graças à derrota do Paços de Ferreira no sábado, um triunfo colocaria o Famalicão na liderança, a direção do clube distribuiu piza pelos seus jogadores ao intervalo da partida, numa altura em que o nulo ainda se mantinha.

Porém, nem com o menu especial o Famalicão conseguiu provar as redes adversárias pelo próprio paladar. Essa degustação estava reservada para o azarado Zé Castro, defesa da Académica que, no último lance da partida, marcou o auto-golo que banqueteou as hostes adversárias.

Dois dias antes, o Paços de Ferreira tinha desiludido na receção ao aflito FC Porto B, que consegue assim somar duas vitórias consecutivas pela primeira vez esta época. Os comandados de Vítor Oliveira foram surpreendidos cedo pelo chapéu de Rúben Macedo, naquele que viria a ser o único golo da partida. Apesar de, por terem menos uma partida disputada que o Famalicão, dependerem de si próprios para regressar ao primeiro posto, a verdade é que esta derrota colocou os pacenses em xeque para os desafios que se seguem.

As restantes três equipas do top-5 também carimbaram vitórias, aproximando-se assim da vice-liderança. Estoril e Mafra derrotaram em casa, pela margem mínima, Farense e Leixões, respetivamente. Também a jogar no seu reduto, o Benfica B impôs uma goleada à UD Oliveirense. Os jovens João Filipe e Chris Willock, com um golo e uma assistência cada, foram os principais responsáveis pela queda da formação de Oliveira de Azeméis para os lugares de despromoção.

O trio de clubes abaixo da linha-de-água fica completo com o penúltimo classificado Arouca e o lanterna-vermelha Sp. Covilhã, que empataram a duas bolas em casa dos Leões da Serra. Para além do já mencionado FC Porto B, Cova da Piedade e V. Guimarães B também triunfaram na condição de visitados, aumentando assim a distância para a zona de descida. Os lisboetas viraram o resultado diante do Sp. Braga B (2-1) e os vitorianos mandaram o Académico de volta para Viseu com dois golos sem resposta.

 

RESULTADOS

 Paços de Ferreira 0 – 1 FC Porto B

(Rúben Macedo, 12’)

Mafra 1 – 0 Leixões

(Ruca, 90+1’)

Varzim 3 – 4 Penafiel

(Jonathan Toro, 3’, Ruster, 35’, e Silvério, 63’; Pires, 8’ e 55’, Ludovic, 54’, e João Paulo, 60’)

Benfica B 3 – 0 UD Oliveirense

(Chris Willock, 26’, João Filipe, 67’, e Daniel dos Anjos, 80’)

Estoril 1 – 0 Farense

(Renat Dadashov, 87’)

  1. Guimarães B 2 – 0 Ac. Viseu

(Yakubu Aziz, 1’ e 84’)

Sp. Covilhã 2 – 2 Arouca

(Adriano Castanheira, 31’, e João Bonani, 53’; Cephas Malele, 7’ e 71’)

Cova da Piedade 2 – 1 Sp. Braga B

(Hugo Firmino, 71’, e Miguel Rosa, 85’; Luther Singh, 40’ g.p.)

Académica 0 – 1 Famalicão

(Zé Castro, 90+4’ p.b.)

 

DESTAQUES DA JORNADA

Melhor Equipa: Benfica B.

Equipa Desilusão: Paços de Ferreira.

Onze da Jornada: Rafael Defendi (Famalicão); Ruca (Mafra), Silvério (Varzim), João Paulo (Penafiel) e João Pedro (FC Porto B); João Filipe (Benfica B), Jonathan Toro (Varzim) e Chris Willock (Benfica B); Pires (Penafiel), Cephas Malele (Arouca) e Yakubu Aziz (V. Guimarães B).

Melhor Jogador: Pires (Penafiel).

Jogador Desilusão: Rafael Amorim (Cova da Piedade).

Jogador Revelação: Yakubu Aziz (V. Guimarães B).

Comentários